65 Views |

A brasilidade e o balanço da Jangadeiro Têxtil

 

Texto: David Marques

 

 Marina Bitu e Gisela Frank foram os dois nomes convidados para se unirem à Jangadeiro Têxtil para a coleção desfilada no DFB Festival 2019. E o que pudemos ver dessa união foram duas silhuetas distintas, mas que se complementaram e fizeram muito sentido para a proposta apresentada. O clima praiano, super reforçado pela trilha sonora escolhida pelos DJ’s da festa Tome Batom Vermelho, ganhou uma pitada retrô da já conhecida alfaiataria de Gisela, e veio com a fluidez de Marina, tornando tudo mais leve.

Foto: Roberta Braga e Chico Gomes

 A estamparia vem pincelar nos tecidos crus as cores que mais pra frente também apareceram em outras peças. A dupla trabalhou com muito linho, musseline, uma versão do georgette mais creponado, e por fim o bengaline, que vem reinventado, dublado em duas cores; e isso tudo foi 100% da Jangadeiro Têxtil. A paleta de cores vem com muito off white no início, pintado com as listras das jangadas, para depois dar espaço ao azul royal, verde esmeralda e o vinho mais queimado, remetendo às cerâmicas do Ceará. Já os acessórios, ponto super bacana para destacarmos, ficou por conta da marca Mangarash, que produz as peças utilizando a casca manga como matéria-prima. Um desfile cheio de brasilidade para celebrar estes três nomes cearenses no DFB 2019!

Clique aqui e confira as fotos.