642 Views |

Caio Nascimento representa a liberdade e a afinidade no DFB 2017

Redação: Renato Ferreira | Foto: Roberta Braga, Cláudio Pedrosa e Pedro Brago | Backstage: Nicolas Gondim

Acerca de uma poética italiana e tradicionalista, Caio Nascimento lança a coleção Mova no Dragão Fashion Brasil 2017 (DFB). Marco Polo, mercador veneziano, entra em difusão com a contemporaneidade – entre liberdade e felicidade – no desfile que reuniu, acima de tudo, a busca constante por renovações e ressignificações.

Entre movimentos e acabamentos, o estilista revela uma busca constante por melhorias e um mundo novo. A transparência entre os vestidos esvoaçantes e os tecidos de organza vão de encontro com a liberdade que a população – Brasil e Mundo – busca todos os dias.

A paleta de cores, que começa sublime, entre rosa e amarelo, passeia pelo vermelho e rosa mais claro, até chegar no preto, remente a uma narrativa histórica-contemporânea que faz uma viagem, quase inversa, mas totalmente atual. A beleza é um ponto-chave de Caio. Os rostos remetem a porcelana, sensibilidade, uma beleza sóbria e italiana de séculos atrás.

Entre as linhas geométricas, que causam um andar diferente e novas perspectivas de exploração e visão própria, a reta predomina e causa afinidade logo no início, num universo onde se busca a praticidade e a facilidade.

O desfile, que se revela como um marco no DFB, traz ainda no fim peças brancas trabalhadas em ponto russo, feito manualmente. “É uma visão própria de nós mesmos como exploradores do mundo”, conta Caio.

CONFIRA AS FOTOS DO DESFILE AQUI