1155 Views |

Ceará Moda Contemporânea: a nova cara da moda

Redação: David Marques | Fotos: Roberta Braga, Cláudio Pedrosa e Pedro Brago

O concurso traz a parceria para o DFB Festival 2017. Novos ares para a moda brasileira estão desfilando suas criações na passarela do maior evento de moda autoral da América Latina. Confira as impressões que tivemos de cada designer:

Brayann Ivanovick carrega a combinação de texturas para sua coleção. O estilista traz uma armadura com brilhos, ilhós e muitos tons terrosos. Suas inspirações vêm de Maria Bonita e Lampião, o sertão e as rendeiras do interior. Identidade cearense pura!

Francisco Matias explora as superestruturas. Modelagem 3D foi o que mandou e desmandou na coleção! Com referências claras no sertão, o árido ganha vida e desfila a pós-seca. Os acessórios traduzem uma simbiose entre as plantas típicas da caatinga.

Alberto Segundo trouxe todo o universo das rezadeiras para a passarela. O metalizado conflita a paz que o conceito do desfile prega. Com uma trilha sonora emocionante o algodão cru parece pronto para nos abraçar e nos transportando para seu infinito particular.

Ailton Pereira nos mostra um conceito próprio da sereia do futuro. O mar inunda a passarela e nos faz crer ainda mais nos seres mitológicos que habitam o oceano. Traz para o sertão cearense toda a vida que a água do mar proporciona.

João Paulo Santos desfilou suas cores. O estilista se permitiu uma fuga aos tons terrosos e brincou com o laranja e o azul. O macramê compôs grande parte de suas criações, o plissado deu vida para as peças, e suas mangas bufantes abraçaram o quem assistia.

Deyvson Freitas mostrou que não há limites para o vestir. O estilista que arrebatou o terceiro lugar do concurso nos fez acreditar que o desconfortável, o espinhoso, aquilo que machuca, pode cair muito bem ás vezes. Ele entrega ao espectador as chaves para seu mundo confidencial.

Edilberto Sousa, o segundo lugar do concurso, deixa clara sua influência pelos arabescos do mestre Espedito Seleiro. O couro, apresentado em múltiplas cores, dá um ar de contemporaneidade para suas criações.

O campeão Akihito Hira nos entrega sua alfaiataria do vaqueiro moderno. A passarela mostra que o sertão torna o homem forte e parte transformante do ambiente. Recebendo dois troféus em uma noite só, o estilista de Brasília leva para casa o convite para compor o line-up do Dragão Fashion 2018. Sucesso!!

CONFIRA AS FOTOS DO DESFILE AQUI