Redação: Renato Ferreira | Fotos: Igor Cavalcante

Realizar uma instalação não é para qualquer pessoa. E a arquiteta e artista visual, Joana Salle, sabe muito bem disso. “Facetada” é uma obra criada especialmente para o Dragão Fashion Brasil 2017 (DFB) com um único intuito: homenagear e mostrar todo o brilho que o estilista cearense, Gil Braga, deixou para o Brasil e o mundo.

“Eu tinha várias parcerias com o Gil. Ele fez os vestidos de noiva para minha esposa e para mim… Eram duas noivas com o mesmo estilista e ele foi sempre à frente do tempo”, contou Joana.

A imponência que a obra traz é tudo o que o estilista sempre foi. Tudo tem um porquê; desde sua posição geográfica – na frente de uma das portas – às palavras que compõe a instalação. “Bafônico, foda, underground, contemporâneo, obsessivo, irrequieto, ele era tudo isso”, revelou.

Desde a cena underground que Fortaleza viveu há alguns anos até festinhas populares sempre foram muito presentes em sua vida e carreira. E o que não podia faltar era o brilho, a purpurina. “Tudo é luz”, como Gil tanto afirmava.

Além disso, a história do brilho é um link muito grande na relação dos dois. “A história da purpurina vem também do enterro dele. Eu levei um saco de brilho e joguei no caixão dele, para que descesse purpurinado, cheio de luz, cheio de brilho”, disse.