1104 Views |

Mergulho em Clarisse

Da Redação

O cearense Even Saldanha fez sua estreia no DFB Festival mergulhando de cabeça no profundo e infinito mar de emoções de Clarisse Lispector. Água Viva é sua obra-inspiração, materializada através de uma pegada esportiva que une beach, surf e street na mesma onda. Amarrações, fendas, cortes e comprimentos em lugares incomuns trazem à tona esse infinito particular desconstruído de Clarisse. O diálogo com o mar fica explícito nas listras, cordas e ilhoses que cortam a fluidez das peças. E pisam em terra firma na cartela de cores que inclui P&B, verdes e tons solares. O exercício livre de modelagem acontece em diferentes momentos da coleção e tem seu contraponto em peças comerciais que compõem o mix. E é esse vai-e-vem entre conhecido e desconhecido, consciente e inconsciente – t&a tilde;o presentes em Clarisse -, que Even Saldanha propõe. E se tudo ganha ainda mais sentido quando citamos Clarisse, nada melhor do que terminar com um pérola pescada de Água Viva.

“Tenho que dar o mergulho de uma só vez, mergulho que abrange a compreensão e sobretudo a incompreensão.”
Clarisse Lispector, Água Viva