1542 Views |

O colorido nostálgico da Baba

Texto: David Marques

 

 A Baba acabou de estrear no DFB 2019 mas já mostrou que chega com força ao mercado de moda. A marca apresentou sua primeira coleção nas passarelas do último dia do evento e trouxe um que de Bauhaus para as criações apresentadas. ‘No meu tempo’ vem com uma nostalgia política e cheia de atitude, um dos pontos fortes que promete fazer parte do DNA da marca. Gabriel Baquit e Marina Bitu são os nomes por trás desse projeto novinho que aposta numa pegada fun e fresh, com conceito muito bem fechado.

Foto: Roberta Braga e Chico Gomes

 O linho, presente em toda a coleção, cria um link com aspectos reginonais da cultura cearense. Já o plástico colorido, que aparece em calças, shorts e camisetas e até macacões, vem pra estabelecer esse contraste entre o natural e o artificial. A marca traz uma brincadeira com personagens famosos da cultura cearense, como o refrigerante São Geraldo e a automotiva Policar. Deixando ainda mais claro a pegada urban da Baba, eles apresentam criações em parceria com o Seu Alves, artista popular de Fortaleza que empresta um pouco de sua arte para a marca. A beleza vem com muita referência oitentista, para deixar mais forte o clima nostálgico da passarela. E, para fechar com chave de ouro, temos Cláudio Silveira, em meio a tantos outros nomes conhecidos da cidade, fazendo sua estreia na passarela!

Clique aqui e confira as fotos.