1649 Views |

Os dois mundos da Água de Coco

Texto: David Marques

 

 Inspirados por dois cenários tipicamente cearenses, o sertão e o mar, a Água de Coco faz seu retorno para a vigésima edição do DFB Festival. Aliás, tudo no desfile foi bem pensado para refletir essa inspiração nordestina. A marca surpreendeu com o cantor Xand, da banda Aviões do Forró, figura sempre próxima da Água de Coco, cantando a música Asa Branca, de Luiz Gonzaga. Ponto importante para ambientar o que viria pela passarela.

Foto: Roberta Braga e Chico Gomes

 A coleção ‘Praia Sertão’ traz a seda e a viscose estampando a diversidade dos cenários cearenses, e o lurex e a lycra para garantir o conforto ao beachwear. A Água de Coco abre sua passarela com um multicolorido de tons que puxam para os terrosos do sertão, passeando pelas estampas, e fechando com uma cartela de verdes mais abertos, que remetem à vegetação praiana. A marca mostrou mais uma vez que aposta na diversidade – da cor da pele, dos corpos, e da idade – como representação da cliente que a escolhe. O sertão virou mar na moda praia da Água de Coco.

Clique aqui e confira as fotos.