506 Views |

The Ballad Of Independence – André Sampaio

Redação: Devon Zoal | Fotos: Roberta Braga, Cláudio Pedroso e Pedro Brago

André Sampaio se firma como um dos principais nomes no line-up do Dragão Fashion Festival 2017, convertendo-se de aposta em must see. Apresentando sua terceira coleção consecutiva ao público, André usa como fio condutor a potência nas imagens de Nan Goldin – mítica fotografa que retratou de forma bastante pessoal os primeiros passos da contracultura e do feminismo entre as décadas de 1960 e 1980 – e sua série ‘’The ballad of sentimental dependency’’, que empresta o nome ao título da coleção. A partir daí o estilista mergulha na complexidade das relações abusivas, de suas próprias musas; escritoras, atrizes e cantoras que passaram por tais relações.

Traduzindo esta atmosfera underground para a roupa, André sai do campo da subjetividade para pôr em prática uma narrativa tocante, ao passo que esta coleção também permitiu ao criador reinventar-se dentro de sua própria estética, entregando versatilidade e moda autoral. Talvez a elegância retrô de suas mulheres tenha sido o único código mantido pelo estilista neste processo de construção e desconstrução.

Organza em camadas (muitas), tules, primorosos chiffons e jeans bruto serviram como suporte para o desenvolvimento de uma silhueta ampla e confortável, sobretudo em camadas de organza, entregando uma vulnerabilidade desafiadora – a ausência de acabamento neste tecido foi calculadamente proposital e surtiu um efeito de passarela luminoso. Estes tops e vestidos de boneca volumosos por conta dos babados culminaram em elemento de subversão ao final da apresentação. A ruptura neste trabalho é constante, sendo palavra de ordem.

Há também uma sensualidade velada em referência à obra de Nan, presente na paleta de tons frios do que seria um color candy.  André Sampaio partiu do pressuposto de que sua coleção deveria contar uma história, não necessariamente escapista em sua essência, e muito mais voltada para mulheres reais, que em qualquer momento pode usar seus looks autorais do estilista como ferramenta de libertação.

CONFIRA AS FOTOS DO DESFILE AQUI